Como os italianos chegaram ao Brasil?

28 Feb, 2020

Dia 21 de fevereiro é comemorado o dia nacional do imigrante italiano. De acordo com dados estimados da Embaixada da Itália no Brasil, são cerca de 25 milhões de descendentes, sendo que grande parte está concentrada nas regiões sul e sudeste. Os imigrantes italianos começaram a chegar em maior número, nas terras tupiniquins, por volta de 1870, mas foi entre 1880 e 1910 que o fluxo aumentou consideravelmente.

italia.png

A maior parte dos italianos que chegaram eram de origem humilde, principalmente de regiões rurais. A Itália passava por uma crise de emprego na segunda metade do século XIX, gerada principalmente pela industrialização do norte do país. O alto crescimento populacional não foi acompanhado pela economia e pela geração de novos empregos, incentivando ainda mais a imigração.

Nesse cenário, o Brasil era visto como uma terra nova, repleta de oportunidades. Se por um lado a Itália tinha muitas pessoas querendo sair de seu território, o Brasil necessitava muito de mão de obra. Desde 1845, quando a pressão inglesa pelo fim do tráfico de escravos foi intensificada, os grandes fazendeiros vislumbraram na mão de obra de origem europeia a solução para seus problemas. O próprio governo brasileiro acabou fazendo campanhas no interior da Itália a fim de atraí-los para o trabalho na lavoura.

O estado de São Paulo foi o que mais recebeu imigrantes italianos para trabalhar nas lavouras de café e, posteriormente, nas indústrias que começavam a surgir na capital do estado. Já na região sul, eles se concentraram principalmente na região da Serra Gaúcha. Muitas colônias foram criadas em cidades como Bento Gonçalves, Caxias do Sul e Garibaldi, as quais disseminaram a cultura de uva para a produção de vinho, tornando-a a principal atividade econômica realizada por estes imigrantes.

Além do vinho, os italianos trouxeram muitas influências culturais que foram incorporadas à cultura brasileira, presentes até hoje. Na culinária podemos observar essa influência nas massas, molhos, pizzas e no panetone de Natal. Na linguagem, muitas palavras de dialetos italianos começaram, com o tempo, a fazer parte do vocabulário português do Brasil como paúra, cicerone, brócolis, ciabata, lambreta, tutti-frutti etc.

Interessou-se em conhecer mais a respeito de como os italianos passaram a fazer parte da história do Brasil ou sempre sonhou em aprender italiano? Por meio do app da Shapp você encontra professores que poderão ajudá-lo a ganhar ainda mais conhecimento e cultura. Bom aprendizado!

Por Lourenço Eduardo Lentini, professor de história do Anglo (e descendente de imigrantes italianos).

Comentários

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro!


Comentar